Notas e moedas são utilizadas por
96%
da população para pagar contas ou compras*.


O dinheiro em papel representa mais da metade do faturamento do comércio no Brasil*.

 

29% dos brasileiros recebem, mensalmente, o salário integral em espécie*.

Existem 36 empresas de logística e transporte de valores em atividade no país.
Empresas de transporte de valores abastecem cerca de 160mil pontos de atendimento.

Existem  4,5mil carros-fortes em atividade no país.

A atividade é responsável por mais de 100mil postos de trabalho diretos.
A logística de valores alcança praticamente todos os municípios do país, atingindo regiões onde sequer existem agências bancárias.

(*Pesquisa: Banco Central, 2018)

O QUE É

A plataforma Transportando Valores é uma iniciativa para debater a importância do SCD 6/2016, também conhecido como o Estatuto da Segurança Privada. É fato que a atual legislação, a Lei 7.102 de junho de 1983, está desatualizada e não reflete a importância da Segurança Privada para a economia do país.

Discutir o tema é fundamental para garantir segurança jurídica para a transformação digital que vive a atividade e, principalmente, fomentar a geração de empregos. As diversas empresas que atuam no segmento são responsáveis pela geração de 500 mil postos de trabalho diretos – estando presentes em todas as regiões do país.

A nova legislação também visa assegurar a competição justa e saudável entre as diversas empresas que atuam no setor, coibindo iniciativas que incentivem o abuso de poder econômico em um movimento de integração vertical de serviços financeiros, de segurança e de logística de valores, tal como ocorre em meios de pagamentos.

Segurança, empregos e desenvolvimento econômico são algumas das prioridades da agenda nacional. A Federação Nacional das Empresas de Transportes de Valores (Fenaval) e a Associação Brasileira das Empresas de Transporte de Valores (ABTV) apoiam essa iniciativa.

Fechar Menu